Aprendizados básicos para uma imagem executiva empoderada

O ÍNICIO

Desde que comecei a trabalhar, independente da posição ocupada, prestava muita atenção na imagem, postura, fala, comportamento etc. dos colegas que estavam em posições superiores para que pudesse projetar para o próximo objetivo.

Na prática significava dizer que, como analista, observava o impacto da imagem na forma de se vestir de colegas de trabalho, o posicionamentos em reuniões  e os relacionamentos com superiores e pares.

Quando subi de cargo, a estratégia foi direcionada para ter uma posição executiva. Seguia rumo ao empoderamento feminino. Assim, refinei minha marca pessoal e comecei o meu reconhecimento como uma profissional refletida numa imagem madura, com ótimos resultados.

ACERTOS DO CAMINHO para ter uma imagem empoderada de si

• Observar seu entorno, entender o que funciona para você e o que não deseja incorporar

• Refletir desde cedo sobre a sua imagem, tendo como referência empoderadas em posição do próximo cargo de deseja alcançar

• Desenvolver a comunicação não verbal no modo de vestir, postura, higiene, escrita, etc

• Aprimorar a comunicação verbal através do seu tom de voz em conversas, telefonemas, mensagens, etc

• Gostar de desenvolver e liderar pessoas

• Ser movida a desafios que te tirem da zona de conforto dia após dia e manter a sua régua sempre acima da média!

• Gostar da expressão: “SE INCOMODAR”… com os resultados, com os processos, com a forma que seus clientes são tratados dentro da companhia, etc

• Ser um AGENTE DE MUDANÇA por melhores relacionamentos, eficiência, resultados ERROS DO CAMINHO

ERROS DO CAMINHO que não ajudam a ter uma  imagem empoderada de si

• Ausência de constância durante a construção da imagem executiva

• Acreditar que bons relacionamentos necessariamente contribuem para o seu crescimento

• Esperar por feedbacks e se frustrar em momentos em que acreditava ser a melhor para aquela promoção

• Não reconhecer a falta de sinergia com seu chefe e se convencer que não ser protagonista e esperar o clima melhorar é uma opção

• Entender que depois de algum tempo, aquela empresa que você elegeu para trabalhar possui uma nova cultura e que talvez não esteja alinhada com seus valores e ética

Passando por todos esses acertos e erros, com 30 anos de idade,  após liderar equipes direta e indiretamente como consultora corporativa há mais de 5 anos, aconteceu a promoção para a primeira posição executiva. Uma nova jornada começava. Finalmente, o empoderamento feminino funcionou!

O MUNDO PRÉ-PANDEMIA

O mundo corporativo sempre foi repleto de reuniões e o impacto da roupa, maquiagem, sapato e acessórios que compunham a imagem eram usadas como ferramenta para apoiar no caminho dos resultados esperados. A postura, entonação, participações nos momentos estratégicos e apenas ouvinte em outros, refletiam experiência e maturidade.

No início da carreira, ainda como analista, a alfaiataria foi uma escolha. Os famosos terninhos na década de 90 transmitiam muita seriedade e impacto nas pessoas ao redor.

Mais tarde na área comercial, os looks já antiquados e muito formais foram substituídos por uma imagem executiva mais moderna e atual.

O MUNDO DURANTE A PANDEMIA

O mundo durante a pandemia ensinou que sendo executiva ou não, produtividade não tem a ver com local de trabalho. Por outro lado, nos convidou a interagir muito mais através de incansáveis reuniões por vídeo, em agendas consecutivas e diárias.

Roupas confortáveis invadiram os guarda-roupas. Moletom virou tendência. T-shirt nem se fala. Salto era quase uma ofensa.

O dresscode corporativo teve que ser novamente aprendido. Apesar da câmera focada no rosto e parte do colo (quando aberta!!!), muitas vezes detalhes essenciais eram deixados de lado. O impacto da imagem executiva estava em jogo.

Tendo em vista o novo normal híbrido, ou seja, home office & escritório, muitos ensinamentos desse período seguem extremamente atuais.

RECOMENDAÇÕES PARA TRABALHAR DE CASA

• Verifique sua agenda antes de começar o dia. Isso influenciará na escolha da sua roupa (e da cor!)

• Sempre ligue sua câmera em reuniões. Se você estivesse no presencial, sentaria de costas para os demais participantes?

• Make up é bem-vinda. No mínimo um brilho labial para demonstrar cuidados com a imagem

• Brincos, colares curtos, anéis e relógios fazem toda a diferença, uma vez que aparecem naturalmente na tela

• “Levantar a mão” (via botão) para falar é educado e não interrompe quem está discursando. Aguarde a sua vez!

• Mudo quando não estiver falando sempre por favor, ninguém precisa ouvir seu filho, marido, esposa, cachorro, papagaio, panela…

O MUNDO PÓS-PANDEMIA

A retomada ao escritório tem sido divertida. Em São Paulo, até poucos dias atrás a máscara era obrigatória durante todo o dia. Que muita gente adorou essa versão de looks esportivos e  adotou para o seu dia a dia, ninguém tem dúvida. O tênis então ganhou um espaço há muito não concedido no mundo fashion.

Por outro lado, os cuidados com a imagem executiva ficaram de lado, já que o novo padrão igualava a todos no entorno.

Comentários como “agora só uso tênis, toda a empresa usa” se tornou real. Mas vamos analisar por outra perspectiva: sendo uma executiva não seria interessante pensar em manter a régua alta? Lembre-se que o impacto da sua imagem certamente influenciará na inspiração de outras mulheres.

No entanto, ainda há algumas regras básicas do que abusar ou evitar. Lembrando que você pode adaptar essas dicas se estiver na linha de frente com os clientes ou se trabalhar na maior parte do tempo dentro da empresa:

ABUSE, LOOK ESCRITÓRIO

• T-shirts em composição com alfaiataria, como calça ou blazer; 

• Jeans ou sarja com blusa de tecido mais elaborado e sapato de salto (scarpin, bico redondo ou quadrado com salto grosso…);

• Blazer ou terceira peça principalmente em looks com sapatilhas ou sapatênis, para um toque de formalidade;

• Vestidos alfaiataria com jaqueta jeans e sapatilha.

EVITE ESSE LOOK

• Moletom e tênis, essa combinação funciona dentro de casa;

• Roupa de academia. Se passou um pouco do seu peso ideal agora é uma ótima oportunidade para reavaliar seus objetivos pessoais e colocar em prática!;

• T Shirt, jeans e tênis, naquela versão vou para a escola (#soquenão);

• Chinelo nem pensar por favor! Você tem uma imagem executiva para zelar.

NETWORKING, UMA PODEROSA FERRAMENTA

Networking começa no primeiro dia da nossa carreira e pode inclusive direcionar as oportunidades. Portanto, mantê-lo ativo com profissionais chave durante toda a nossa trajetória de uma forma direta ou indireta, contribuirá para o crescimento.

Eleja uma mentora, aquela empoderada que você admira e que inspira a sua história. E quando se sentir preparada, esteja aberta para também ser essa mentora para outra mulher.

E lembre-se, para atingir o empoderamento feminino através de uma posição executiva numa corporação, você precisa ser recomendada pelos seus pares e reconhecida pelo seu chefe. Uma fórmula simples que precisa ser construída com muita seriedade e comprometimento!

Tive muito sucesso na minha trajetória e desejo sorte no seu caminho! E que a sua imagem executiva impacte positivamente no seu empoderamento feminino!

Este artigo foi escrito por Flavia Leite

Consultora de imagem, com formação na FAAP, 2012. Para aprimorar sua técnica, em 2014 fez um curso com Manu Carvalho na Escola São Paulo, sobre “A Cor na Moda”. Em 2015 participou do Paris Style Week, com Valeria Doustaly.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Navegue abaixo pelas categorias

.

Acesso para membros

Acessecom a sua conta